sábado, 20 de fevereiro de 2010

MAU TEMPO LANÇA O CAOS NA COSTA SUL DA MADEIRA

Ribeiras transbordam e lançam o pânico em vários pontos da ilha
Baixa do Funchal está um pântano

As ribeiras de João Gomes e de Santa Luzia transbordaram e estão a lançar um manto de lama e destroços em toda a baixa do Funchal. A dimensão do temporal é seguramente maior do que o último grande temporal. Durante a manhã vimos pessoas a correr nas ruas em pânico devido às frentes de torrentes que inundavam a baixa, na rua 31 de Janeiro e na rua do Anadia.Há relatos de viaturas que foram arrastadas pelas ribeiras. Os bombeiros não têm mãos a medir. O estrondo da torrente a bater nas rochas da ribeira faz um eco aterrador. Há várias estradas cortadas com terra e lama com cerca de meio metro de altura. A Ribeira de João Gomes transbordou em vários pontos. A Rua Visconde Anadia e a do Brigadeiro Oudinot foram dominados pelas fúria de água que está a escoar de dentro do centro comercial e parque de estacionamento. A Ribeira de Santo António também causou muitos danos. Há relatos de garagens e carros com pessoas que foram arrastados pela torrentes. O DIÁRIO tem equipas de reportagem em vários pontos, alguns retidos nos locais devido a derrocadas e fortes inundações.A zona sul da ilha da Madeira é a mais atingida pelas fortes chuvas que estão a cair quase ininterruptamente no arquipélago. A Região está em alerta vermelho.

video

5 comentários:

Anónimo disse...

É difícil acreditar que uma coisa destas tenha acontecido à minha querida terra. Os meus sentidos pêsames às famílias enlutadas e uma palavra de agradecimento a todos quantos estão nas ruas (bombeiros, polícia, protecção civil, etc.) a trabalhar em prol da reabilitação dessa terra.
Coragem a todos porque depois da tempestade sempre vem a bonança!

Ricardo disse...

O goveno regional da madeira deve-se preocupar com leite das ribeiras porque estão muitas estreitas e depois nestes desastres são assim: a água que passa nas ribeiras passa por cima e saiem indo pelas estradas como o caso da ribeira João Gomes no centro da cidade do Funchal. Os parques do DOLCEVITA estam inundados de água e porque?
Por causa do leite da ribeiras que estam estreitas. Outro exemplo é a terra que é deitada nas serras e quando vem estas tempestades são arrastadas pelas águas nas ribeiras, estradas... até desaguarem no mar.

alexandre correia 7c disse...

antonio, nao es o unico, tambem sinto-me triste pelo que aconteceu a nossa querida terra natal...

alexandre correia 7c disse...

para mim, as imagens mais avassaladors sao as pessoas terem de começar a vida tudo do zero, e pena...
lembro-me de ver uma criança no jornal dizendo que perdeu a playstation 3, o seu magalhaes e o seu mialheiro... ele dizia que ia ajudar o pai dele com o mialheiro desaparecido, mas quando ele recebeu de novo o que tinha perdido, foi muito bonito da parte das pessoas que o queriam ajudar.

alexandre correia 7c disse...

existem poucas palavras para descrever o que se passou na madeira, as imagens falam por si.