sexta-feira, 28 de maio de 2010

«PILHAS DE LIVROS» TERMINA ESTA SEGUNDA-FEIRA

Termina esta segunda-feira (dia 31 de Maio) o prazo de entrega de pilhões no âmbito da 7.ª edição do concurso Pilhas de Livros, iniciativa promovida pela Modelo Continente Hipermercados S.A. Esta acção destina-se às escolas situadas na área de influência dos Hipermercados Modelo, desde os jardins-de-infância até ao 3º Ciclo, localizadas em Portugal Continental e arquipélagos da Madeira e dos Açores.
Por cada hipermercado Modelo será premiada a escola que mais pilhões conseguir juntar proporcionalmente ao número total de alunos da escola. As escolas premiadas (uma por cada hipermercado Modelo) receberão, cada uma, €1.000 (mil euros) em livros do Plano Nacional de Leitura e adequados à idade dos alunos. Convém esclarecer que no caso particular da nossa escola estaremos em concurso com as escolas situadas na área de influência do hipermercado Modelo da Ribeira Brava, o que abrange todas as escolas dos concelhos da Ribeira Brava, Ponta do Sol, Calheta, São Vicente e Porto Moniz.
A tarefa não se augura nada fácil já que são muitas as escolas em competição, algumas das quais já por diversas vezes se sagraram duplamente vencedoras em edições anteriores deste concurso – e que tal uma alteração ao regulamento? – como é o caso do Externato São Francisco de Sales, dos Prazeres.
Até à data juntámos apenas quinze pilhões mas, vamos fazer fé, no último dia alcançaremos o objectivo de chegar à vintena. E tu, de que estás à espera? (Se ainda estás a ler este texto isso é muito mau sinal!) Mexe-te e vem reunir pilhas porque «ler faz bem» (e o Ambiente agradece!)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

PASSATEMPO MENSAL DESCOBRIR A BIODIVERSIDADE – MAIO

Tal como é do conhecimento geral, e vimos promovendo aqui desde Janeiro deste ano, o Centro de Informação do Serviço do Parque Natural da Madeira, está a promover a realização de um passatempo mensal através do seu site, sob o lema Descobrir a Biodiversidade.
Esse passatempo, relembramos, consiste na construção de uma frase utilizando as palavras divulgadas pelo PNM no seu site que, no que concerne ao mês de Maio, correspondem às seguintes: renascer, alterações climáticas e biodiversidade.
Participa, deixando aqui a tua frase até 30 de Maio (não te esqueças de te identificar com o teu nome e turma, pois só dessa forma a tua participação será considerada válida). O prémio para este mês corresponde a uma t-shirt alusiva à freira do bugio e, como já vem sendo hábito, um filme em DVD à tua escolha. Participa!

sábado, 22 de maio de 2010

É HOJE: DIA MUNDIAL DA BIODIVERSIDADE!

Celebra-se hoje, como é do conhecimento geral, o Dia Mundial da Biodiversidade. Conscientes da importância e, mais do que isso, da necessidade de travar a perda acelerada de biodiversidade tal qual se vem assistindo nos últimos anos, a Assembleia-geral da ONU decretou 2010 como o "Ano Internacional da Diversidade Biológica".
Este tem sido portanto um ano em que o termo biodiversidade (diversidade biológica) tem andado nas "bocas do mundo" e ainda bem que assim tem sido. Interessa porém ter-se uma ideia mais concreta do que é a biodiversidade, termo que começou a ser utilizado nos anos 80. Muitas definições existem para este conceito. Sensu lato, a biodiversidade ou diversidade da vida consiste na variação da vida a todos os níveis de organização biológica, desde genes, indivíduos, subespécies, espécies, comunidades biológicas e ecossistemas.
Muitos perguntar-se-ão: mas porque é importante a biodiversidade? Que mal vem ao mundo se desaparecer esta ou aquela espécie, muitas das quais até nos são (aparentemente) prejudiciais? A resposta é simples: porque cada espécie, cada organismo faz parte de um todo e é graças a esse todo – a biodiversidade – que a nossa espécie consegue sobreviver neste planeta há já quase 2 milhões de anos.
Desde os seus primórdios o Homem aprendeu a explorar os recursos biológicos tendo em vista a sua subsistência, designadamente na obtenção de alimento, abrigo e calor, materiais industriais, medicamentos, etc. Hoje, como resultado da economia global, 90% da alimentação da população mundial procede de apenas 15 espécies. Destas, o trigo, o milho e o arroz fornecem cerca de 2/3 do total. Imaginemos então o que seria da população mundial se uma qualquer doença dizimasse a uma escala global a produção destes cereais.
Mas a importância da biodiversidade não se cinge aos recursos biológicos por si só. Não menos importante é o papel da biodiversidade nos chamados serviços ecológicos, assegurando o controlo da erosão e retenção de sedimentos, formação de solos, assimilação de resíduos, regulação do clima, polinização, fonte de água e sua regulação, etc.
Porém, a biodiversidade atravessa hoje uma crise global, traduzida por indicadores claros:

  • Mais de 75% das espécies de mamíferos desapareceram nos últimos duzentos anos;
  • Cerca de 25% das espécies actuais encontram-se ameaçadas de extinção;
  • A taxa de extinção actual é muito superior à taxa de extinção histórica (100-1000 espécies / ano contra 0.1 espécies /ano).

Perante este cenário surge uma questão inevitável: estaremos a atravessar outra extinção em massa?

sexta-feira, 21 de maio de 2010

PALESTRA ANTECIPOU DIA INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE

Antecipando o Dia Mundial da Biodiversidade decorreu hoje na nossa escola uma palestra sobre o tema biodiversidade, com particular incidência sobre a biodiversidade insular. A Dr.ª Sara Ferreira, do Parque Natural da Madeira, foi a prelectora desta acção que teve por público-alvo os alunos de 8.º ano.
Esta iniciativa do Grupo Disciplinar de Ciências teve por objectivo esclarecer alunos e demais participantes acerca da importância da preservação da biodiversidade e, nesse sentido, nada melhor do que conhecer algumas das várias espécies de fauna e flora mais ameaçadas para assim podermos contribuir para a sua preservação.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

ALUNOS DO SÉTIMO ANO VISITARAM JARDIM TROPICAL MONTE PALACE

Numa iniciativa do grupo disciplinar de História, os alunos das turmas B e D do 7.º ano da nossa escola realizaram esta quarta-feira uma visita de estudo ao Jardim Tropical Monte Palace, sito à freguesia do Monte, no Funchal.
Durante esta iniciativa transdisciplinar os nossos alunos – cerca de quarenta – puderam apreciar as singulares colecções de arte disponibilizadas pela Fundação Berardo, Instituição Particular de Solidariedade Social criada pelo Comendador José Berardo, destacando-se, entre o vasto espólio disponível ao público, os famosos painéis sobre a história de Portugal, o painel de 166 quadros intitulado “A Aventura dos Portugueses no Japão” ou, por exemplo, aquele que foi considerado pelo “Guiness Book” o vaso de cerâmica mais alto do mundo. Mas porque um dos principais lemas da Fundação Berardo diz respeito à defesa e protecção do meio ambiente, também ele encarado por esta instituição como uma forma de arte, a fauna e a flora ocupam de igual modo lugar de destaque neste magnífico anfiteatro natural sobranceiro à cidade do Funchal, tal como in loco pudemos constar.
Assim, entre os cerca de 70.000 m2 que constituem o Jardim Tropical Monte Palace contam-se centenas de plantas exóticas oriundas de vários Continentes – com particular destaque para as enormes sequóias – e outras características da Laurissilva, floresta classificada pela UNESCO em 2000 Património Natural Mundial. Loureiros, tis, vinháticos, barbusanos, faias, cedros-da-Madeira, foram, entre outros, alguns dos espécimes da flora autóctone e indígena que alunos e professores tiveram o privilégio de contemplar.
No que concerne à fauna, ainda que a presença de cisnes, tartarugas ou patos não tenha passado indiferente a alunos e professores, as “estrelas” foram mesmo os famosos peixes Koi, animais deslumbrantes que nos proporcionaram um magnífico espectáculo de brilho e cor nas lagoas naturais ali existentes.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

«CAMPANÁRIO WATER HEATERS» VENCEDORES NO CONCURSO “ENERGIA SUSTENTÁVEL”

Realizou-se hoje mais uma edição do concurso escolar Energia Sustentável, iniciativa promovida pela AREAM (Agência Regional da Energia e Ambiente da RAM), em parceria com a Secretaria Regional da Educação e Cultura.
O dia solarengo apresentava-se convidativo à realização de um evento desta natureza, o que se traduziu na participação de muitas equipas, constituídas por alunos do 1.º Ciclo ao Secundário, oriundas dos "quatro cantos" da ilha. A nossa escola, por sinal a única "representante" do concelho da Ribeira Brava, apresentou a concurso dois projectos que consistiam, genericamente, de um carrinho solar fotovoltaico (Campanário McQueen) e de uma maqueta de colector solar para aquecimento de água (Campanário Water Heaters). O primeiro destes trabalhos foi elaborado pelos alunos João Eduardo Gonçalves e Leandro Gonçalves, ambos do 7.º A, no âmbito da ACND de Área de Projecto. Também do 7.º A é oriunda a outra dupla de representantes da nossa escola, os alunos Érico Rocha e Pedro Santos, autores do projecto Campanário Water Heaters. Estes trabalhos competiram integrados no escalão 3 – por sinal o mais concorrido – categoria destinada a alunos do 3.º Ciclo.
Sortes diferentes tiveram porém os dois projectos apresentados pela nossa escola. Não obstante os bastos elogios de que foi alvo, o carrinho solar fotovoltaico Campanário McQueen, fruto de um "capotanço" ainda na fase de testes, perdeu um dos seus (dois) motores, entrando assim já debilitado na prova, apesar dos manifestos esforços da “equipa de mecânicos” para reabilitar o veículo. Melhor sorte tiveram os seus colegas Campanário Water Heaters já que as temperaturas da água à saída do sistema de aquecimento criado alcançaram, segundo dados da organização, uns incríveis 52º C! Um valor muito acima do esperado já que os valores de temperatura mais elevados aquando dos testes realizados nos dias que antecederam a prova foram uns "modestos" 48º C. Esta "proeza" valeu à equipa constituída por Érico Rocha e Pedro Santos a distinção do júri e a subsequente subida ao degrau mais alto do pódio, onde viriam a receber o prémio respectivo: um cheque no valor de 100 € por aluno, um kit da selecção nacional, entre outros.
A maqueta do colector solar térmico iniciará agora um "périplo" pela ilha já que este trabalho, conjuntamente com os demais premiados nos quatro escalões a concurso, estará patente ao público numa exposição a realizar pela Câmara Municipal do Funchal e, posteriormente, no Centro de Ciência Viva do Porto Moniz.
A todos os alunos que participaram nesta iniciativa, bem como aos docentes que os acompanharam na concretização dos respectivos projectos, endereçamos os nossos parabéns.


segunda-feira, 17 de maio de 2010

VOTE NAS «7 MARAVILHAS NATURAIS DE PORTUGAL»

Em Setembro deste ano decorrerá a votação das “7 Maravilhas Naturais de Portugal”, uma iniciativa promovida pela “New 7 Wonders Portugal”, em parceria com diversas entidades nacionais.
O mote para a eleição das “7 maravilhas Naturais de Portugal” centra-se numa ideia simples e cujo significado todos, à partida, entendem: se querermos proteger alguma coisa temos de, em primeiro lugar, saber apreciá-la. O objectivo deste projecto não se resume ao interesse meramente estético das belas paisagens do nosso país mas será, antes, uma forma de divulgar para poder preservar. O facto de em 2010 se celebrar o Ano Internacional da Biodiversidade imprime a esta temática uma actualidade acrescida.
Neste momento processa-se a última fase da votação aberta ao público, com três maravilhas finalistas em cada uma das sete categorias a concurso, a saber: Zonas Marinhas, Grutas e Cavernas, Praias e Falésias, Florestas e Matas, Grandes Relevos, Áreas Protegidas e Zonas Aquáticas não Marinhas.
Entre as maravilhas naturais finalistas contam-se as madeirenses Praia do Porto Santo (na categoria Praias e Falésias) e a Floresta Laurissilva – Património da Humanidade (na categoria Florestas e Matas). Sem querer parecer demasiado regionalista apelamos à votação nestas duas fantásticas maravilhas naturais que o arquipélago da Madeira tem para oferecer a todos quanto nos visitam e que constituem, indubitavelmente, dois dos principais pólos de atracção turística do arquipélago.
Para votar basta aceder à página Web das “7 Maravilhas Naturais de Portugal”, proceder ao seu registo, e seleccionar a sua escolha em cada uma das diversas categorias. Poderá também fazê-lo através da realização de uma chamada telefónica ou envio de um SMS com o número da maravilha em que pretende votar. Meramente a título de exemplo, para votar na Praia do Porto Santo basta ligar para o número 760302712 ou enviar um SMS com o conteúdo «712» para o número de telefone 68933. Se pretender votar na Floresta Laurissilva – Património da Humanidade, terá de ligar para o número 7603027011 ou enviar um SMS com o conteúdo «701» para o telefone 68933.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

«CAMPANÁRIO MCQUEEN» E «CAMPANÁRIO WATER HEATERS» NO CONCURSO ESCOLAR ENERGIA SUSTENTÁVEL

É já na próxima quarta-feira, dia 19 de Maio, que se realiza o concurso escolar “Energia Sustentável 2009/2010", uma iniciativa promovida pela AREAM (Agência Regional da Energia e Ambiente da RAM), em parceria com a Secretaria Regional da Educação e Cultura, através da Direcção Regional de Educação (DRE).
Este concurso tem por principal objectivo abordar, de forma lúdica e didáctica, as tecnologias utilizadas na conversão das fontes de energia renováveis em energia térmica e eléctrica, e as soluções para melhorar a eficiência na utilização da energia. Pretende-se assim que a construção de modelos didácticos, recorrendo à utilização de materiais e tecnologias conhecidas e de fácil acesso, permita aos alunos realizar experiências simples e estimular o interesse pelas energias renováveis e pela eficiência energética. De igual modo, poderão ser mais facilmente apreendidos conceitos dos domínios da matemática, física, educação ambiental, educação tecnológica, entre outros.
Não obstante inicialmente termos inscrito três projectos a concurso, ao que parece a nossa escola estará representada somente por duas equipas, já que o projecto Campanário Renewable Energy Park, que consistia na construção de uma maqueta de um parque de energias renováveis encontra-se extremamente atrasado e, salvo qualquer milagre de última hora, a não apresentação deste projecto a concurso é já um dado adquirido. Mais adiantados – em fase de testes – encontram-se os projectos Campanário McQueen e Campanário Water Heaters, trabalhos que consistem, respectivamente, da construção de um carrinho solar fotovoltaico e de uma maqueta de colector solar para aquecimento de água. De referir que estes trabalhos foram elaborados por dois grupos de alunos do 7.º A, no âmbito da ACND de Área de Projecto.
A competição decorrerá na Praça da Inovação do Madeira Tecnopólo, conforme cartaz e programa que a seguir divulgamos.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

QUE RESÍDUOS PODEM SER COLOCADOS NUM COMPOSTOR?

A compostagem é um processo de tratamento de resíduos orgânicos. Como tal, apenas devem ser depositados no compostor materiais de natureza orgânica (compostos de carbono obtidos a partir de organismos vivos), nomeadamente restos de cozinha como cascas de legumes ou de frutas, cascas de ovos, restos de pão, massas, sacos de chá ou café. Podem (e devem) ser também depositados no compostor restos de jardim como ramos, folhas, relva, caules, flores, palha, aparas de madeira ou ainda outros resíduos como papel, cartão, madeira não tratada (pintada ou envernizada), ou cinzas.
É de todo contra-indicado, apesar de se tratarem efectivamente de resíduos orgânicos, a deposição em compostor de gorduras, lacticínios, restos de carne, peixe ou marisco já que a decomposição destes resíduos é passível de produzir maus odores ou atrair insectos. Nunca, em qualquer circunstância, deverão ser depositadas num compostor pilhas, vidro, metal, plástico, medicamentos, produtos químicos, têxteis e tintas, excrementos de animais domésticos ou restos de plantas doentes.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

DIÁRIO DE NOTÍCIAS: "CAMPANÁRIO DESCOBRE BIODIVERSIDADE"

Cerca de uma centena de alunos dos 8.º e 9.º anos da Escola Cónego João J.G. Andrade partiram numa viagem à descoberta da costa Sul da ilha da Madeira a bordo do catamarã "Sea The Best", cujo itinerário decorreu ao largo da costa entre o Caniço e o Campanário.
Alunos e professores partiram da Marina do Funchal com destino à orla do Caniço, retomando depois o sentido oeste, com passagem pela costa de Cabo Girão e Campanário - de onde tiveram oportunidade de avistar a respectiva escola - regressando depois ao ponto de partida: a Marina do Funchal. Os objectivos desta iniciativa passavam por dar a conhecer 'in loco' aos alunos a vasta biodiversidade marinha, nomeadamente cetáceos e aves marinhas, que ocorre na costa Sul da Madeira, bem como sensibilizar para a importância da preservação e conservação dessas espécies, algumas das quais ameaçadas. Durante o itinerário os participantes tiveram oportunidade de avistar vários golfinhos-pintados, uma tartaruga-boba juvenil (cuja carapaça se encontrava completamente emersa, provavelmente usufruindo do respectivo período de descanso que acontece ao fim da manhã / princípio da tarde) e diversas aves marinhas como a cagarra, a alma-negra e um calcamar, espécie que nidifica exclusivamente nas Selvagens.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

VOILÁ! O NOSSO COMPOSTOR!

video

A compostagem é um processo biológico em que os microrganismos transformam a matéria orgânica, como estrume, folhas, papel e restos de comida, num material semelhante ao solo a que se chama composto. A prática da compostagem permite, entre outras coisas, reduzir gastos no transporte e custos de deposição de resíduos orgânicos que de outra forma não teriam o destino final adequado. O composto obtido:
- Melhora a estrutura e composição do solo, actuando como um adubo natural (adiciona matéria orgânica ao solo);
- Possui fungicidas naturais e organismos benéficos (bactérias e fungos) que ajudam a eliminar organismos causadores de doenças no solo e nas plantas;
- Melhora a fertilidade do solo;
- Contribui para a retenção de água nos solos arenosos e, ao invés, confere maior porosidade aos solos argilosos;
- Possibilita a redução no uso de herbicidas e pesticidas;
- Reduz a contaminação e poluição atmosférica.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

RESULTADOS DO CONCURSO "ESMIUÇAR COPENHAGA"


Já são conhecidos os vencedores do concurso de videoclips "Esmiuçar Copenhaga", concurso no qual a nossa escola esteve representada através dos nossos alunos Rui Gonçalves e Tiago Silva, alunos do 7.º A, com um trabalho intitulado “Alma Mater”.
Aos participantes vencedores endereçamos os nossos parabéns. A lista dos vencedores e respectivos videoclips premiados pode ser consultada
aqui.
Aos alunos Rui Gonçalves e Tiago Silva, o nosso obrigado e sinceras felicitações pela vossa participação.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

“ÁGUA PURA” VENCE CONCURSO DE POEMAS

“Água Pura”, um trabalho da autoria dos alunos Edgar Pereira e Marina Sousa, ambos do 6.º B, foi o vencedor do concurso de poemas alusivo aos temas Água e Floresta, no âmbito das comemorações dos dias mundiais da Floresta e da Água - 21 e 22 de Março, respectivamente.
Aos vencedores deixamos os nossos sinceros parabéns e, já sabem, cada um de vocês ganhou um filme em DVD à vossa escolha. Para saberem como receber o vosso prémio é favor contactarem o professor Renato Azevedo, coordenador do programa Eco-Escolas da nossa escola.
Eis então o trabalho que valeu a atribuição do prémio ao Edgar e à Marina:

Água pura
Água da Natureza
Água deliciosa
Água que sempre dura.

Água que gira
Água que faz navegar
Água que corre na floresta
Que vai dar ao mar.

Água que nos mata quando se irrita
Água que impede de morrermos de sede.

A floresta trás alegria
As flores encantam
De dia para dia
Todos os minutos do dia.

A Natureza é uma beleza
Nunca mostra tristeza
Com a paixão das plantas
Dá-nos a sua riqueza.


Edgar Pereira e Marina Sousa, 6.º B