terça-feira, 31 de maio de 2011

CONCURSO ENERGIA SUSTENTÁVEL: PRIMEIRO LUGAR… OUTRA VEZ!

Tal qual sucedido no ano lectivo transacto a nossa escola esteve representada no concurso Energia Sustentável 2010/ 2011, iniciativa promovida pela AREAM (Agência Regional de Energia e Ambiente da RAM), em parceria com a DRE. Três equipas, todas constituídas por alunos do 8.º A, apresentaram a concurso os trabalhos que desenvolveram no âmbito da ACND de Área de Projecto ao longo do corrente ano lectivo.
E, à semelhança do verificado no ano lectivo transacto, também este ano a nossa escola arrecadou o 1.º lugar do Escalão 3 (alunos do 3.º Ciclo) com um trabalho designado Campanário Renewable Energy Park.
Eis um resumo da reportagem divulgada na RTP-Madeira.

video

quarta-feira, 18 de maio de 2011

CONCURSO ESCOLA ELECTRÃO: «PRÉMIOS» PARA TODOS!

Se ainda não as receberam devem estar a recebê-las. Refiro-me às esferográficas com lanterna que foram entregues à nossa Escola no âmbito da nossa participação no Concurso Escola Electrão, iniciativa promovida pela AMB3E (Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos) a nível nacional.
Não obstante a participação da generalidade dos alunos no Concurso Escola Electrão – cuja participação é, à semelhança das demais actividades desenvolvidas no âmbito do projecto Eco-Escolas, de carácter facultativo – ter ficado muito aquém das expectativas, decidiu-se pela atribuição de uma esferográfica a cada aluno da Escola. Interrogo-me porém se será justo, e até pedagógico, que todos os alunos da Escola recebam, por igual medida, “prémios” (pouco aliciantes, como já me responderam alguns) relativamente a actividades em que NADA fizeram ou, pelo contrário, a atribuição de prémios deveria pressupor, à partida, a realização de qualquer acção minimamente meritória? Julgo que todos sabemos a resposta a esta questão pelo que... adiante.
Volto a sublinhar que a nossa principal finalidade ao aderirmos a este projecto nunca foi recolher muitos REEE, pelo contrário. A intenção foi sempre contribuir para que se verifique uma redução na produção desses resíduos, ainda que cientes das escassas possibilidades de o conseguirmos a curto prazo. Nesse sentido, o nosso principal objectivo foi, fundamentalmente, informar a comunidade escolar – e por via desta a local – sobre o que são REEE, sensibilizando para a importância da sua reciclagem.
Então já sabes – espero eu! – quando tiveres um pequeno EEE (30 cm X 30 cm) em final de vida trá-lo para o “ponto electrão” disponível na Cantina da Escola. Se for de maiores dimensões, então só terás de solicitar, via telefone ou outra, os serviços da tua Câmara Municipal que, sem quaisquer custos para ti ou para a tua família, encarregar-se-á da recolha desse REEE. Outra solução é, quando adquirires um EEE novo (televisão, frigorífico, microondas, computador, etc.) entregares na loja os REEE daquele que já não te tem utilidade. Segundo a legislação em vigor, todas as superfícies que comercializam EEE não se podem recusar a aceitar os REEE, com a condição de se tratar de uma “troca directa”. Por exemplo, na compra de uma televisão nova podemos entregar os REEE de qualquer televisão antiga. Portanto, não há desculpas para não reciclarmos os REEE!
O importante mesmo é NUNCA, mas mesmo NUNCA, depositar os REEE juntamente com o lixo comum (inclusive as esferográficas que recebeste, quando se estragarem).

sexta-feira, 13 de maio de 2011

CONCURSO ESCOLAR "ENERGIA SUSTENTÁVEL" 2010/2011 – INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Na sequência da informação disponibilizada aqui e aqui, da informação disponível no cartaz de divulgação afixado, primeiramente numa das vitrinas do 3.º piso e depois no placard Eco-Escolas, e da informação facultada pelo Coordenador do projecto Eco-Escolas à então coordenadora da ACND de Área de Projecto (entre outros contactos realizados ao longo do ano lectivo com docentes das mais diversas áreas disciplinares), somos, relativamente ao concurso em referência, a actualizar a informação entretanto disponibilizada pela AREAM (Agência Regional de Energia e Ambiente da RAM), entidade organizadora desta iniciativa, em parceria com a DRE.
Assim, somos a comunicar que o concurso já tem data definitiva – dia 30 de Maio – e que realizar-se-á na Praça da Inovação do Madeira Tecnopólo, com o seguinte programa:

- 13h00: Início da recepção das equipas;
- 14h00: Sessão de abertura;
- 14h15: Início da demonstração e avaliação dos trabalhos pelo Júri;
- 17h00: Entrega de prémios.
A Organização informa de igual modo que existirão prémios para as três equipas melhor classificadas de cada escalão, conforme se segue:
- Prémios monetários (nunca inferiores a 100 € / aluno);
- DVD portáteis;
- LCD TV até 22”;
- Modelos didácticos subordinados ao tema do concurso;
- Outras pequenas lembranças e os respectivos certificados de participação.
A nossa Escola estará representada por (apenas) três equipas (!!!), todas constituídas por alunos do 8.º A, que apresentarão a concurso trabalhos que vêm desenvolvendo no âmbito da ACND de Área de Projecto.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

PASSATEMPO "SELVAGENS 40 ANOS" MAIO

No âmbito das comemorações do 40º aniversário da criação da Reserva Natural das Ilhas Selvagens, a primeira do país, o Serviço do Parque Natural da Madeira lança um passatempo mensal cujo principal objectivo consiste na divulgação e promoção desta efeméride. À semelhança dos meses anteriores o objectivo consiste na construção de uma frase que inclua obrigatoriamente todas as palavras publicadas no site do SPNM em cada mês. A ideia é recorrer ao conhecimento e à criatividade de cada um e o passatempo está aberto a toda a população. Palavras obrigatórias para a frase de Maio: Reserva Natural, Rede Natura 2000, Área classificada.
Prémio: T-shirt alusiva à Ponta de São Lourenço.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

CLASSIFICAÇÃO «PILHA-OU-TINTEIRO» ACTUALIZADA

E porque o prometido é devido cá estamos a divulgar a classificação actualizada do Concurso Pilha-ou-tinteiro, campanha de recolha de pilhas e tinteiros inutilizados promovida pela coordenação do programa Eco-Escolas da nossa Escola. Esta iniciativa tem por principal objectivo promover e sensibilizar para a recolha selectiva destes resíduos por forma a que os mesmos possam ser alvo de posterior valorização (reciclagem).
Lembramos que a qualquer pilha, independentemente do respectivo formato ou tamanho, é atribuída a bonificação de um ponto, enquanto que a cada tinteiro ou toner corresponde cinco pontos.
Informamos ainda que, à semelhança do verificado o ano passado, as pilhas recolhidas serão entregues no hipermercado Modelo da Ribeira Brava no âmbito da nossa participação no concurso Pilhas de Livros, promovido por aquela cadeia de hipermercados.
Já os tinteiros serão entregues à Fundação do Gil, tendo em vista a valorização daqueles resíduos, o que ajudará aquela entidade a desenvolver alguns dos diversos projectos em curso.
Existem prémios individuais para os três primeiros classificados, sendo que o primeiro prémio será revelado até ao final deste mês. Eis então a classificação actualizada:

  • Carlos Xavier (8.º D) - 1739 pontos;
  • Filipe Barros (5.º E) – 1385 pontos;
  • João Pedro Henriques (5.º B) - 1218 pontos;
  • João Pedro Mendes (5.º B) - 655 pontos;
  • Ricardo Marques (8.º B) – 517 pontos;
  • Marco Correia (8.º B) – 60 pontos;
  • Daniela Gutierrez (5.º B) - 11 pontos;
  • Tiago Silva (5.º C) - 8 pontos.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

CONCURSO POSTER ECO-CÓDIGO 2011

Conforme é do conhecimento geral todas as Escolas aderentes ao programa Eco-Escolas possuem um Eco-Código – uma espécie de declaração de objectivos que devem ser traduzidos em acções concretas a adoptar por toda a comunidade escolar –, um dos “sete passos” da metodologia do programa Eco-Escolas.
A nossa Escola, como Eco-Escola que é (distinguida com a Bandeira Verde, galardão que atesta esse nosso estatuto) naturalmente que também possui um Eco-Código em vigor, o qual se encontra num poster Eco-Código (na foto), durante algum tempo exposto em frente à Reprografia e agora afixado no placard Eco-Escolas, sito no 5.º piso.
A existência de um Eco-Código não obriga porém à necessidade de criação de um poster Eco-Código ainda que, no ano lectivo transacto, por considerarmos que o poster Eco-Código constitui um veículo privilegiado de disseminação da mensagem subjacente ao Eco-Código em si, optámos por esta solução, um trabalho realizado no âmbito da ACND de Formação Cívica pela turma do 7.º B.
Toda esta introdução serve tão-somente para informar que a ABAE (Associação Bandeira Azul da Europa), entidade que a nível nacional supervisiona este programa de educação ambiental, todos os anos promove um concurso nacional de posters Eco-Código, iniciativa através da qual são escolhidos os melhores trabalhos para a realização de exposições itinerantes por todo o país.
Ao Concurso Nacional Eco-Código podem concorrer todas as escolas inscritas no programa Eco-Escolas, sendo que os trabalhos apresentados a concurso são agrupados em dois escalões: Escalão 1 – Pré-Escolar e 1.º Ciclo; e Escalão 2 – 2.º e 3.º Ciclos, Secundário, Profissional ou Superior.
E porque este ano entendemos que estão reunidas as condições para participarmos no Concurso nacional poster Eco-Código, somos a informar que estamos a promover um concurso a nível de Escola tendo por objectivo apurar o poster Eco-Código que nos representará no concurso nacional.
Os trabalhos a apresentar a concurso devem respeitar os seguintes requisitos:

  • Serem realizados em cartolina 65 x 50 cm ou A2;
  • Possuírem orientação vertical;
  • Serem completamente bidimensionais (não são admitidos trabalhos com colagens de objectos que impossibilitem emoldurar o poster);
  • Conter cerca de 10 a 12 frases com características do Eco-Código (as frases são definidas pelo Conselho Eco-Escolas);
  • Composição de todos os elementos gráficos tal como se pretende que sejam publicados;
  • Identificação de todos os autores (Escola, Professor coordenador e Alunos) apenas no verso;
  • Apresentação de uma breve memória descritiva explicativa da forma como foi realizado o trabalho – máximo uma página A4.
Todos os trabalhos devem ser entregues ao coordenador Eco-Escolas (professor Renato Azevedo) até 15 de Junho. Existem diversos prémios para os melhores trabalhos sendo que, no Escalão 2 – o nosso – os prémios são os seguintes:

1.º Prémio: Máquina fotográfica digital + Forno Solar;

2.º Prémio: Máquina fotográfica digital + Forno Solar;

3.º Prémio: Disco externo USB + Forno Solar.
Contamos com o empenho e colaboração de todos os docentes na divulgação e sensibilização dos nossos alunos para esta iniciativa, uma vez que este tipo de trabalho poderá ser desenvolvido nas Áreas Curriculares de Formação Cívica, de Área de Projecto, de Educação Visual, de Educação Visual e Tecnológica ou, por exemplo, de Ciências, entre outras áreas curriculares que pretendam promover a interdisciplinaridade subjacente aos currículos do ensino básico.
Informações adicionais podem ser obtidas junto do professor Renato Azevedo.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

MAIOR EXPOSIÇÃO DE DINOSSAUROS DA EUROPA NO MADEIRA TECNOPÓLO

Conforme pensamos ser do conhecimento geral, encontra-se a decorrer no Madeira Tecnopólo e até ao dia 22 de Maio, a exposição "O Mundo dos Dinossauros", considerada "apenas" a maior exposição de dinossauros da Europa. Esta mostra encontra-se direccionada para o público familiar e escolar, proporcionado uma excitante viagem pelo mundo dos grandes répteis que dominaram a Terra durante boa parte da Era Mesozóica.
"O Mundo dos Dinossauros" é uma exposição única a não perder que lhe permitirá observar de perto os habitats e modos de vida em que estes animais subsistiram durante quase 100 M.a. A emoção de estar próximo de um dinossauro e ser conduzido pela imaginação numa viagem no tempo é algo que certamente os visitantes deste certame não se hão-de esquecer. A exposição está aberta todos os dias e funciona em condições especiais para escolas, grupos organizados (empresas e instituições) e famílias.
A organização disponibiliza um pacote especial para as escolas / alunos (2,50 € por aluno), sendo que, nestas situações, por cada grupo de 15 alunos, é obrigatória a presença de um docente responsável.
Se ainda não visitou "O Mundo dos Dinossauros" aconselhamo-lo vivamente a fazê-lo.